Projeto de Matriciamento avança em Porto Seguro

Destaques Porto Seguro

O Apoio Matricial, também chamado de matriciamento, é um modo de realizar a atenção em saúde de forma compartilhada com vistas à integralidade e à resolubilidade por meio do trabalho interdisciplinar. Dando sequência a essa perspectiva, a Secretaria de Saúde, em um trabalho integrado a Saúde Mental, em ação com a Atenção Básica, promoveu no dia 28/06 reunião direcionada aos médicos, das mais diversas especialidades, que atuam nas Unidades de Saúde da Família.

Estiveram presentes ao encontro, a superintendente da saúde mental, Vandermilza Barbosa e  superintendente da atenção básica, Josiany Garcia. Atualmente, o Centro de Atenção Psicossocial de Porto Seguro possui 4.712 pacientes cadastrados nos  CAPS II  direcionado a pacientes com transtornos mentais, CAPS AD (álcool e drogas) e Centro de Atenção Infantil. 

“O Matriciamento da Atenção Primária em Saúde com a equipe multiprofissional e intersetorial tem o intuito de ampliar o campo de atuação e qualificar as ações, sendo o dispositivo da ordenação do cuidado da saúde mental em rede. Queremos, portanto, proporcionar o fortalecimento dos processos de trabalho buscando a união dos saberes para melhor atender os usuários de saúde mental em Porto Seguro”, pontua a superintendente da saúde mental, Vandermilza Barbosa. 

Integralidade dos serviços

O intuito da capacitação, ministrada pelo psiquiatra Marcelo Niel, é  ampliar o acesso à atenção psicossocial da população em geral. Dessa forma, os CAPS não são os únicos equipamentos de saúde responsáveis pela assistência no âmbito da saúde mental, mas também os demais serviços que compõem a Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), como a atenção básica e a rede de urgência, garantindo que equipes multidisciplinares sejam igualmente responsáveis no processo de assistência e integralidade do cuidado com o paciente em todo o sistema de saúde ofertado pelo município.

Principais enfoques

Durante o encontro, foram apresentados e discutidos fluxogramas de atendimento em saúde mental, de forma a articular alinhamentos e planejar as ações para unificar a assistência prestada, com a finalidade de desenvolver estratégias inovadoras que abranjam os serviços de saúde mental em rede. Destaque para o relato de casos durante atendimento dos pacientes e os serviços de saúde integrados, visando a implantação e sustentação do matriciamento em saúde mental em sua totalidade, por meio das consultas médicas compartilhadas, reuniões com equipes da rede de atenção psicossocial, juntamente a rede de atenção básica e rede de urgência.

Ferramentas para o matriciamento

Realização de consultas conjuntas, visita domiciliar, projeto terapêutico singular, grupos, com a perspectiva de detectar, através de ações de promoção e prevenção em saúde mental, a identificação de sofrimentos mentais e fisiológicos  no território, promovendo estratégias de combate aos estigmas e preconceitos sobre as doenças mentais. 

Ascom-Prefeitura de Porto Seguro

Por – Paulo Lima / CidadeAgoraNews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *